Diferentes formas de valoração do ambiente Conflitos entre camponeses e mineradora na Zona da Mata Mineira

Different ways of environmental assessment: conflicts between farmer and mining company in Zona da Mata Mineira

Alice Nogueira Monnerat[1]

Julio Cesar Pereira Monerat[2]

 

RESUMO
O avanço da mineração de bauxita no entorno do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, na Zona da Mata Mineira, ameaça a territorialidade camponesa ali desenvolvida ao longo de gerações e coloca em confronto duas maneiras distintas de valorar o ambiente. Enquanto a mineradora estabelece um cálculo meramente econômico para os impactos por ela produzidos, as comunidades camponesas consideram valores culturais, simbólicos, religiosos e históricos incapazes de serem medidos pela escala monetária. O conflito entre as diferentes formas de valoração revela, dessa forma, uma agressão aos direitos humanos dessas comunidades.

PALAVRAS-CHAVE: Campesinato. Conflito. Economia. Ecologia. Mineração.

 

ABSTRACT
The advance of bauxite mining around the Serra do Brigadeiro State Park at the Zona da Mata Mineira threatens the peasant territoriality developed over generations and confronts two different ways of valuing the environment. While the mining company establishes a purely economic calculation for the impacts produced by it, peasant communities consider cultural, symbolic, religious and historical values ​​incapable of being measured by the monetary scale. The conflict between the different forms of valuation reveals, in this way, an aggression to the human rights of these communities.

KEYWORDS: Peasantry. Conflict. Economy. Ecology. Mining.

 

[1] Mestranda em Direito e Inovação na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF); professora da Rede Pública Estadual de Minas Gerais. alicenmonnerat@gmail.com; http://lattes.cnpq.br/7523632868329846.

[2] Mestre em Geografia (UFJF); doutorando em Serviço Social na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); professor do IF Sudeste MG – Campus Muriaé; julio.monerat@ifsudestemg.edu.br; http://lattes.cnpq.br/679991837245379.